DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

segunda-feira, 2 de março de 2009

Meu querido diário:

Cliente que arma escândalo em restaurante sem ao menos dar chance ao maitre de resolver o problema, ou é sem noção ou quer promoção. Garçons podem ser verdadeiros anjos ou o próprio demônio encarnado, depende de como são tratados (e a recíproca não é também verdadeira com os nobres comensais?). É assim que nos bastidores do mundinho da gastronomia acabam surgindo os apelidos para esses clientes que, de tanto chamar atenção, ficam de fato bem famosos. Porque o cliente sem noção tem tanta promoção quanto aquele que quer promoção. Garçons pulam de um restaurante para outro com muita frequência e, história vai, história vem, na maioria das vezes, acabam se cruzando. Os clientes malcriados também circulam bastante, de lugar em lugar, e sem querer, o pessoal das panelas fica por dentro dos apelidos - os próprios garçons já entram na cozinha com pedido na mão e aquele sarcástico comentário: “esse aqui vai pro...” Em seguida voltam para o salão com a cara mais lavada e profissional do mundo.
A vida é assim, querido diário. As coisas nunca são do jeito que a gente enxerga quando conhecemos só um lado do balcão. Como diz aquele velho ditado, o pavão quando se exibe todo eriçado, vira alvo duplo: de quem o admira e de quem o quer assado.

2 comentários:

Lina Gatolina disse...

Adoro "ler você". Tão simpática, simples e chique.
Até qdo fala daqueles banquetes antigos que mais pareciam filmes de terror (rs)...
Imagino que a sua comida seja muito boa porque é verdadeira. Se quiser um tricozinho virtual, ou melhor, um chá de panelas virtual, adicione ao msn.
beijos
Denise

Regina Bui disse...

Oi Lina,
fiquei feliz em saber que vc gosta do blog. Vamos tricotar sim, pode me adicionar!
beijos