DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

quarta-feira, 11 de março de 2009

Refogado II

A vida não seria perfeita se não fosse o vinagre. Como é que pode um sabor cortante e brutal produzir sensações tão delicadas e apaixonantes no paladar? Mês passado postei uma receita de carne de panela. Agora a dica é com frango, mas dessa vez, cozido no balsâmico.

Peito de frango ou pedaços de partes que você mais goste (sem pele)
Cebola e alho bem picados
Azeite de oliva extra virgem
Mostarda comum
Vinho branco seco
Vinagre balsâmico
Pimenta-do-reino
Sal

Tempere seu frango com sal, pimenta-do-reino, um pouco de mostarda e reserve. Refogue cebola e alho no azeite e em seguida coloque o frango na panela para dourar um pouco. Depois que o cheiro do refogado invadir suas narinas, cubra com uma parte de vinho branco e 1/3 ou pouco mais da quantidade de vinagre balsâmico. Em cinco minutos de fervura em fogo baixo o prato estárá pronto para ser acompanhado de arroz e batatas fritas bem sequinhas.
E a outra dica: no dia seguinte ele estará divino para ser servido frio, com uma salada de endívias e radicchio, ou rúcula.

2 comentários:

Cruela Cruel Veneno da Silva disse...

um dia eu quase bebi vinagre.

estava em uma festa, morta de bêbada as 7 da manhã... procurando um último trago para ir dormir...

Com preguiça de descer para pegar algo eu vasculhei um armário lá e encontrei um vidro bonito, com um rótulo verde e dourado...

falei pra minha amiga:
- Regina? achei aqui uma coisa pra gente beber, deve ser caro pq a garrafa é muito pequena.
- o que é?
- A C E T A T O B A L S Â M I C O.
kkkkkkkkkkkkkkkkk

só depois de soletrar o nome que eu lembrei que era vinagre.

Regina Bui disse...

hahahaha...essa pra mim é inédita! ahahahahaha