DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Ainda existe codeguim?

Codeguim é a palavra popular para cotechino (lê-se cotequino), uma lingüiça gelatinosa feita com a pele do porco e sua carne, depois cozida e cortada em rodelas. Os imigrantes italianos trouxeram a receita na bagagem. Quando era pequena lembro-me que qualquer açougue de São Paulo aceitava encomendas de codeguim. Hoje está tão desaparecido de nossas mesas como o camarãozinho com chuchu. No norte da Itália, cotechino é apreciado com um bom pratão de lentilhas ensopadas.
Mas quem hoje tem a paciência e a destreza de preparar uma lingüiça mais elaborada e artesanal? Ninguém. Ontem mesmo estive pensando numas frases, típicas de quem se aproxima dos quarenta. Acho que a vida foi muito breve. E que o tempo passou muito rápido, porém, cumpriu sua tarefa de maneira justa, eu é que não havia tornado os minutos eternos. Com isso cheguei à conclusão de que encher lingüiça pode ser uma das coisas que fazem dos minutos uma eternidade. Quem sabe?

39 comentários:

Ana Paula disse...

Gostei bastante da divagação sobre encher linguiça. Descobri seu blog e como adoro papear na cozinha, fiz desse endereço parte da minha rotina de perigrinação aos blogs. Um dia eu aida vou te ruma casa que a sala de visitas vai ser uma cozinha, as pessoas vão chegar pela cozinha. Não sou dessa área (gastronomia) e faço mas estrago que acerto na cozinha. Mas eu tento, tento com amor e prazer. Meu blog não é sobre cozinha, embroa tenha nome de comida e fale muiot de guloseimas. É que estou morando em Lisboa e mei jeito de conhecer esse povo é saber como alegram-se com comida. Bom é isso. Volto em outro post. Atè!

Tita disse...

ola , procurando a escrita correta do CODEGUIM achei seu blog. Fiquei feliz de saber que mais pessoas conhecem essa linguiça desajeitada..rs...já estava achando que minha familia era de outro mundo e que comprava a codeguim em uma espécie de beco diagonal.
bejocas e otima semana.

Tá Bem Bom disse...

Olá
Tem o Frigo Cinque, cujo dono é um italiano que vem de uma familia que só fazia isso lá na Itália, eles fazem alem de salames e linguiças artesanais (sopressata, contadinella, Diavolette, Campesina) o codequim, que é maravilhoso. O problema é que como ninguem conhece a venda é pequena e só fazem sob encomenda e em quantidades grandes. Fica aí a dica http://www.granjaviana.com.br/frigorcinque/produtos.htm

Anônimo disse...

Regina,
sei onde pode conseguir um codeguim de excelente qualidade.
Em Quiririm tem um açougue minusculo tocado por filhos de imigrantes italianos que faz um ótimo. Quiririm fica ao lado de Taubaté no caminho para Campos do Jordão. Um Abraço, Gilberto.

federal disse...

heheheeheh...CODEGUIM (COTECHINO), eu ainda faço em minha casa.è muiiiittooo bom. E voces conhecem o figadéi???

Zanetti direto da Itália

Pousada Bonani disse...

Cotequine.
Tenho a receita da minha avó(Casteluccio Superiore) e sempre faço aqui em casa. Olha a receita é toda com carne de porco:
Uma papada(orelha, focinho e beiço) e umas linguas. Sal, pimenta do reino, noz moscadas e pimenta calabresa.
Cozinha as carne em pedaços. Depois de cozida e escorrida toda a agua. Coloque numa vasilha e adiciona-se os temperos sempre mexendo com as mãos. Estenda um pano de prato sobre a pia e coloque toda a carne dentro para fazer um rocambole. Amarre com barbante de uma extremidade a outra, sempre apertando(duas pessoas). Essa tarefa tem que ser feita com os ingredientes quentes.
Coloque na geladeira. Depois de frio. Retire o pano. Na hora de comer você corta em fatias finas. Se tiver um pão italiano e um chocolate quente. Vai ficar melhor ainda.

carby disse...

Por acaso encontrei codeguim num açougue perto de casa em Londrina. Quando voltei prá comprar mais, não tinha, então fui pesquisar. Só encontrei em Rolândia com o rótulo "Coudeguim". Não tem importância, o legal é que estava bom e agora já sei onde encontrar. Sua dica valeu muito. Sabe que no Google você está em destaque?

Fabio S disse...

Olá, Regina. Aqui em Piracicaba, SP, vende-se codeguim no Mercado Municipal, em vários açougues. Fazia vários anos que eu não via, pois antigamente em todos os açougues havia. Agora, para minha surpresa, apareceu de uma vez, em vários no Mercadão. Aqui também é chamado de "iscudiguim", e é confundido com o chademã, que é um embutido parecido com o rosbife (pig beef). Ambos são uma delícia! Parabéns pelo blog, abraços!

Antonio Ari disse...

SOU DE FLORIANOPOLIS,ACHEI QUE ESTAVA FICANDO MALUCO, NINGUEM AQUI CONHECE CUDEGUIN,QUANDO PERGUNTAVA AS PESSOAS ACHAVAM QUE ERA PIADA. SOU DESCENDENTE DE ITALIANOS E ATE MEUS 15 ANOS COMI MUITO, DEPOIS ELE DESAPARECEU DO MAPA. E OLHA QUE ESTOU MORANDO NA TERRA DOS BONS FRIGORIFICOS.UMA PENA NAO ENCONTRAR MAIS ! ABRACO !

Regina Bui disse...

Antonio, mas que coisa, ninguém quer fazer codeguim! Espero que ele ressucite e a descubram-no novamente, e seja valorizado como merece!
Um abraço

Linguiçaria Real Bragança disse...

Olá Regina! Respondendo à sua indagação/reflexão, existe sim quem faça linguiças artesalmente! Tenho uma linguiçaria em Bragança Paulista, e há 18 anos faço linguiças gourmets com receitas dos meus bisavós itaalianos e espanhois! O codeguim, inclusive, sai todos os dias... assim como o choouriço, a alheira, a portuguesa no vinho, a calabresa seca salamada e as especiais com nozes, damasco, de legumes e de bacalhau! Se quiserem conhecer mais meu site www.linguicaria.com.br Grande abraço, Patricia Polato

Regina Bui disse...

Que maravilha, Patricia!
Farei uma visita assim que puder, já que Bragança é tão pertinho.
Um grande abraço

Claudia disse...

Carby, em londrina sempre tem codeguim no açougue Qualidade que fica na rua Bolívia. Comprei ainda hoje...uma delícia!

ZANETTÃO disse...

OPA...COTECHINO OU CODEGUIM AQUI NO BRASIL....DE FATO NÃO É FACIL ENCONTRAR DE BOA QUALIDADE MAS, EU FAÇO EM CASA ESSAS IGUARIAS.É BÃO DE MAIS!! SOPPRESSATA, SALAMES, COPA E LOMBO, CULATTELO, LINGUIÇAS,PANCETTA CURADA E DEFUMADOS, TUDO FEITO EM CASA PARA CONSUMO PRÓPRIO E DEGUSTAR COM OS AMIGOS....DA TRABALHO MAS É BOM E DIVERTIDO. SOY ITALIANY

Regina Bui disse...

Bravo!

Anônimo disse...

Aqui em Curitiba se encontra no frigorifico Bizinelli, perto do Ecoville. E algumas feiras livres vendem tbém, a melhor é a do alto da Gloria no sábado.

wilma disse...

Será q nao tem em S.Paulo, Capital?
Meu pai fazia codeguim como ninguém...ele faleceu e eu nao tive como pegar a receita.Uma vez comprei num Carrefour mas agora nao acho mais pra comprar....se tiver, agradeço.
Wilma@grupoborghi.com.br

Anônimo disse...

Zampone(codeguim) em Mogi Mirim - São Paulo tem "vendas" na zona rural que ainda fabricam essa maravilha da infância de muitos descendentes de italiano.

Anônimo disse...

Devia ser presa todas essas pessoas que estão falando de codeguim. Estava de regime a 1 ano e meio e esta semana por acaso comprei 3 gomos dessa maledeta. Quem vai gostar disso é minha endocrinologista. Vai aumentar a minha Sinvastatina com certeza. Ah, ah, ah.

Unknown disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

Unknown disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

Unknown disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

Anônimo disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
(0xx)11 4224-4359

ALCIR POMPONE disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
11 4224-4359

Anônimo disse...

Eu também estava tendo dificuldades para encontrar o codeguim aqui na Grande São Paulo, até que me falaram do frigorifico Barontini em São Caetano do Sul, em cuja loja vende o codeguim; estive lá um mes atras e comprei uns três quilos para matar a vontade.Saiu por volta de R$ 8,00 reais o kilo; eles vendem como codeguino.
A loja fica do lado do frigorifico ; Avenida Senador Roberto Simonsen, 1376 São Caetano do Sul, 09530-401
11 4224-4359

Afonso Pozzatto disse...

Em Ibiraçu-ES, sempre que matávamos um porco fazíamos codeguim, linguiça, torresmo prensado... (ah, o torresmo prensado! - Você conhece Regina?).
Estávamos eu e minha irmã conversando sobre codeguim agora mesmo e descobrimos o seu blog: LINDO! PARABÉNS!

Afonso Pozzatto disse...

Em Ibiraçu-ES, sempre que matávamos um porco fazíamos codeguim, linguiça, torresmo prensado... (ah, o torresmo prensado! - Você conhece Regina?).
Estávamos eu e minha irmã conversando sobre codeguim agora mesmo e descobrimos o seu blog: LINDO! PARABÉNS!

Afonso Pozzatto disse...

Em Ibiraçu-ES, sempre que matávamos um porco fazíamos codeguim, linguiça, torresmo prensado... (ah, o torresmo prensado! - Você conhece Regina?).
Estávamos eu e minha irmã conversando sobre codeguim agora mesmo e descobrimos o seu blog: LINDO! PARABÉNS!

mercedes disse...

No oeste de Santa Catarina, em um município chamado Xanxerê, todo ano é feita uma festa em homenagem à cultura dos descendentes de imigrantes italianos que vivem na região. E no cardápio é servido o codeguim, feito artesanalmente pelos membros da associação vêneta, responsáveis por fazer a festa.
O codeguim que eles servem é muito bom!

Anônimo disse...

ENTON VEM PRO SUL EM BITURUNA PR QUE TU ACHA ITALIANO I CUDEGUIM

Anônimo disse...

Venham a Sananduva RS, aqui tem codeguim Magestade, é uma delícia!!!!

Anônimo disse...

acabei de comprar no supermercado Sonda..Da marca Marchiore.. na embalagem vieram 3 codeguins.. um eu vou colocar no feijão, e dois e já deixei secando na janela... hehehe vai ficar muito bom.

Anônimo disse...

Pesooal, o gudeguino é encontrado facilmente no MERCADÃO em São Paulo, próximo à Rua 25 de Março. Por volta de 28,00 Kg. Compro sempre.
Att Léo

Paulo Pinto disse...

Sou de Pedreira/SP e no supermercado Daolio tem. Inclusive feito aqui mesmo no frigorífico Marchiori.Uma delícia!