DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Minha receita predileta

Posso me tornar vegetariana a ponto de não comer nem um ovo sequer. Mas não abro mão de pato. De qualquer jeito. Peito de pato frito e fatiado com molho de laranja, confit das coxas cozidas em sua própria gordura, caldo de miúdos, pato inteiro assado, recheado com farofa refogada na gordura de foie gras... Ou somente temperado com sal, que seja. Gosto de carnes, peixes e frutos do mar, mas nada com tanta paixão como pato. Pois o pato, caro leitor, o pato doa sua “própria alma”, cujo sabor se revela naquele momento em que lambemos os dedos. E a receita mais simples de se preparar é tão deliciosa quanto a mais difícil. Compartilho aqui uma das boas. O ritual vale a pena, acredite.

Arroz de pato simples

Ingredientes:
1 pato inteiro (separe os miúdos)
1 cabeça de alho
2 cebolas médias
1 raminho de cheiro verde
2 cálices de vinho tinto seco
½ xícara de bacon picadinho
2 xícaras de arroz comum
2 folhas de louro
100 gr de manteiga
Sal e pimenta-do-reino moída na hora

Opcional:
½ maço de tomilho fresco
½ maço de sálvia fresca

Modo de fazer:
1) Para assar o pato, tempere com sal por dentro e por fora, recheie o interior com os maços de sálvia e tomilho e os dentes de alho inteiros.
2) Espalhe na assadeira a manteiga e metade do vinho. Coloque o pato e leve ao forno de 180 a 200º (pré-aquecido) até que fique bem dourado - como frango assado.
3) Depois de assado, retire-o do forno e deixe que esfrie totalmente, para que você possa desfiá-lo.
4) Dispense o recheio de ervas que a essa altura já estão quase queimadas, mas guarde com carinho os dentes de alho.
5) Separe os ossos e reserve a carne (não se assuste, a carne do pato é escura e não branca como a do frango). O que fazer com a pele dourada e crocante? Que tal devorá-la?
6) Coloque os ossos numa panela com os dentes de alho assados, 1 cebola inteira, o louro, o cheiro verde e o restante do vinho com 1 ½ litros de água. Deixe ferver por 40 minutos e coe tudo numa tigela. Esse é o caldo do arroz (e a alma do pato).
7) Então você já tem a carne desfiada de um lado e o maravilhoso caldo do outro. Vamos para o arroz.
8) Refogue num panelão o bacon e a outra cebola, bem picadinha. Acrescente o arroz, a carne de pato e o caldo. Coloque sal e pimenta-do-reino a gosto, mexa tudo e deixe ferver (com a panela semi-tampada), abaixando o fogo em seguida, até que a água seque. Ufa!
Alguma dúvida? Tô de plantão!

Hoje é muito fácil encontrar pato congelado nos açougues e nos grandes supermercados. Compre no dia anterior para descongelá-lo naturalmente.
Bom apetite!

11 comentários:

andreia disse...

hummm...q delicia!!!!
e lá vou eu ligar pro fornecedor de pato...rs

Regina Bui disse...

boa sorte!
e depois me conte como foi...

Cecília disse...

adorei o blog! indicarei para alguns aventureiros... abç,
ciça

Ita Andrade disse...

Estou pintando o fogão, acredite! mas assim que estiver pronto eu vou tentar essa receita que me parece bem explicadinha...Nunca imaginei que eu fosse capaz nem de tentar assar um pato, mas vamos lá. Uma "pregunta": fica bom tambem com arroz integral?
Adorei a idéia de postar receitas, podia repetir isso outras vezes né?!
Um beijão Regininha salvação!

Regina Bui disse...

Ita:
pintando fogão? só tu!
arroz integral com pato? não!!!
uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. deixe o arroz integral para a desintoxicaxão durante a semana! use aspargos, purê de batat doce, sei lá, menos comida de vegetariano.
bjs

Regina Bui disse...

cecília,
thanks!

Ita Andrade disse...

arroz integral? quem falou nisso? imagina, que idéia...
Ta bem, mas esse arroz BRANCO de pato vai acompanhado com que? salada d folha, vegetais?
Beijos patolina!

Regina Bui disse...

Olha, fui radical. Não é que não fica bom, mas é como servir feijoada com arroz integral.
Acompanhamentos caseiros são ideais, tipo batatas fritas, saladinha de tomate e palmito, maionese da vovó, ervilhas tortas...

Regina Bui disse...

ahahahahahahahhahah!

andreia disse...

Regina, aqui vai o site do local onde comprei pato uma outra vez...
http://www.patoseloverde.com.br/

se não qser publicar, fica como informação pra vc!
bjks

Regina Bui disse...

Valeu a dica,
aqui vai outro fornecedor para quem é da região de Campinas.
http://www.agrivert.com.br
Mas também vale a pena procurar em açougues, hipermercados e mercados municipais. E quem mora no interiorzão também tem acesso a alguns sitiantes que criam os bichinhos.