DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Albino & Almir

Meu avô Albino era maitre, numa época em que não havia glamour na gastronomia, nem revistas especializadas no assunto e muito menos programas de televisão que valorizassem os profissionais da cozinha, onde chef era chamado de mestre-cuca. De maneira impecável fez carreira nos restaurantes paulistanos e realizava seu trabalho com discrição, cuidando de sua aparência e postura. Cozinhava como ninguém e entendia demais do que fazia.
Hoje permanece a mesma rigidez ou mais dos profissionais da área porém, estão muito mais expostos pelo espaço que a gastronomia conquistou. Li na Gula uma pequena entrevista com o maitre de um dos melhores restaurantes italianos de São Paulo, que me chamou a atenção. Em algumas palavras a respeito da arte do ofício, seu Almir soltou uma frase do tipo: “A gente sabe quando um cliente tem dinheiro ou não pelo seu comportamento...”
Prezado seu Almir: Conheço bem sua profissão e sei o quanto ela suou até chegar nas páginas de uma importante revista. Que pena que o senhor tenha desperdiçado tamanha oportunidade de ensinar algo relevante ou de maior contribuição para os seus clientes. De fato é muito fácil saber se o comensal nasceu em berço de ouro pelo seu comportamento, assim como é fácil adivinhar que o garçon nasceu no Ceará pelo sotaque, que é o seu caso. No final das contas dá na mesma. Um paga pelo serviço justamente, enquanto o outro cumpre a obrigação como deve ser.
Como eu ia falando... “seu Albino, que Deus o tenha!”

2 comentários:

tati f. disse...

gostei muito dos textos.
e, se não fosse tão tarde, teria saído comprar romãs.
palavras têm esse poder sobre mim (acho que sobre todo mundo). e tem um monte de coisas que eu adoro comer porque quando as tenho na boca, me lembro de passagens de livros de que gosto. carneiro, por exemplo, me leva aos gregos da odisséia, fazendo sacrifícios aos deuses. passei meses comendo carneiro pensando em Ulisses e afins.
ainda vou escrever sobre isso. vamos?
então

regina disse...

Oi Tati,
será um prazer trazer suas experiências para estas páginas...eu topo!
bjs