DISCURSOS GASTRONÔMICOS E MACARRÔNICOS

sábado, 7 de junho de 2008

E para o Dia dos Namorados?


Olha, não tem dia mais corrido e confuso nos bastidores dos restaurantes do que o Dia dos Namorados. Muitos deles não se estruturam direito, querem a casa lotada e não respeitam nem mesmo quando o cliente faz reserva antecipadamente.
Por outro lado é sempre muito bom sair pra comemorar com a pessoa amada e curtir uma mesa farta e rica de sabores diversos.
Mas a opção de fazer um jantar surpreendente em casa fica fora de questão? Muitos não arriscam por não ter idéias de preparar coisas gostosas e ao mesmo tempo fáceis.
Quero encorajá-lo, caro leitor blogueiro, a colocar a mão na massa caso não queira passar nervoso em bares e restaurantes que preferem que você peça a conta rapidinho, juntamente com a sobremesa e o café.
Então comece pensando no ambiente do jantar. Compre velas e flores, troque a lâmpada do abajur por uma mais fraca e peça ao seu grande amor que providencie uma seleção de músicas apropriadas. Vamos ao cardápio.
De entrada você pode fazer, inclusive com antecedência, um caldo de mix de cogumelos picados, temperado com um pouco de vinho branco e sal. Para finalizar e dar um charme todo especial, coloque delicadamente algumas gemas inteiras de ovinhos de codorna (separe com cuidado das claras para não quebrar) e deixe cozinhar por 1 minuto. Outra opção é uma sopa de mandioquinha com creme de leite fresco e sal. Nesta, salpique folhas picadinhas de coentro ou de cheiro verde para decorar.
No segunda entrada, monte no centro dos pratos um mini buquê de folhas de alface crespa, rúcula e radicchio. Tempere com azeite, sal, limão siciliano ou vinagre balsâmico. Isso agrada a gregos e troianos, não? Para acompanhar e adornar a salada, escolha um ingrediente como tomatinho cereja, queijo de cabra em bolinhas, aspargos frescos cozidos ou coração de alcachofra. Se quiser algo mais ousado para acompanhar somente as folhas, decore com alguns gomos de fruta do conde ou lichia, que combinam com um vinagre frutado no lugar do balsâmico e do limão.
O prato principal deve ser rápido e simples de preparar, sem que você fique cheirando a fritura ou a algum tipo de cozido. O que acha da idéia de um penne com salmão defumado (que praticamente vem pronto)? Assim que a massa estiver al dente, o salmão deve estar picado e ligeiramente refogado em uma frigideira com azeite de oliva extra virgem e endro (dill) fresco. Qualquer coisa pode substituir o salmão. Camarões rosa, mix de cogumelos (caso não sirva o primeiro caldo de entrada), pesto de rúcula com macadâmia e palmito pupunha com erva doce. E que tal um risoto italiano no lugar da massa, usando essas mesmas opções de ingredientes?
Para a sobremesa, mais simples e delicioso impossível: sorvete de chocolate branco com calda de frutas vermelhas (cozinhe em fogo baixo a polpa com um pouco de açúcar) e lascas gigantes de chocolate ao leite para finalizar o prato.
Amado leitor blogueiro, garanto que depois de um jantar desses, desagradável mesmo ficará somente a louça para lavar no dia seguinte se você não tiver quem o faça. Mas isso não tem pressa.
Bom apetite!


Foto: Regina Bui

4 comentários:

Claudia Casella disse...

Oi Rê!amamos seu jantar, perfeito!
beijos pra vc!
Claudia

Regina Bui disse...

oi Claudia,
tô louca pra ver as fotos!
beijos, obrigada pela força!

historias na cozinha disse...

Oi, amei seu blog vi ? Eu tb "palpito"de umtudo na minha cozinhaa, até comida....beijocas.Célia.

Regina Bui disse...

...e a cozinha não é o melhor lugar mesmo?
Beijos pra você, Célia!